TÍTULO: Reencontros 
TÍTULO ORIGINAL: Cry no more
AUTOR (A): Linda Howard
EDITORA: Bertrand Brasil
Ano: 2006
PÁGINAS: 362
Em uma manhã ensolarada no México, Milla Edge vê sua maior paixão desaparecer num piscar de olhos: seu bebê recém-nascido é literalmente arrancado de seus braços, num rapto violento e inexplicável. Carregando a angústia de não saber o paradeiro de seu filho, Milla funda uma organização especializada em encontrar crianças desaparecidas. Dez anos mais tarde, apesar de ter ajudado várias familias desesperadas, ela continua sem ter qualquer pista sobre o crime que a marcou profundamente. Desde então, sua vida pessoal desmoronou e sua sanidade por pouco não foi afetada. Mas as coisas começam a mudar de figura quando Milla recebe um telefonema anônimo... A partir de então, a cada passo ela parece estar mais perto de seu filho - e também mais próxima da morte. "Reencontros", um thriller hipnotizante de Linda Howard, é uma história para mexer com os nervos e com o coração. 


A história começa mostrando a vida de Milla Edge e o seu marido, David Boone. Ambos foram morar no México somente por um período de um ano, devido ao trabalho de David, que é médico. Logo no começo a autora nos mostra um acontecimento que mudaria a vida dos dois: o filho deles foi arrancado dos braços de Milla, enquanto ela fazia compras em uma feira ao ar livre.

Ela enfiou os dedos em seus olhos e as unhas afundaram em uma esponjosa maciez. Os gritos do homem se transformaram em urros de dor, e o braço em volta de Justin ficou mais fraco. Desesperadamente ela tentou pegar o bebê, conseguiu agarrar um de seus pequeninos e frágeis braços, e por um momento desesperador acreditou que conseguiria pegá-lo. Até que sentiu o outro homem aproximar-se por trás, e uma dor aguda e paralisante nas costas. Pág. 18

A narrativa pula para 10 anos depois, mostrando como o sequestro teve um impacto profundo na vida de Milla. Ela se divorciou, fundou uma organização para ajudar as pessoas a procurar crianças desaparecidas, enquanto continuava procurando o seu próprio filho. A investigação acaba juntando Milla com um homem chamado James Díaz, um perigoso assassino de aluguel.

O livro é narrado em terceira pessoa, mostrando vários pontos de vistas de outros personagens além de Milla. Com isso, é possível saber logo no começo a identidade dos criminosos, o que poderia fazer com que se perdesse a vontade de ler, mas a autora conseguiu fazer com que vários outros detalhes me surpreendessem.

Uma das coisas que mais gostei do livro foi que Milla tinha sua própria personalidade. Por se tratar de uma autora que só tinha ouvido falar por seus romances de banca, achei que quando o “mocinho” aparecesse, a personagem iria se moldar ao mesmo. Mas que engano! Milla possui sua própria personalidade e objetivos. Era uma personagem tão humana, que quase chorei no livro, principalmente quando faltava somente 60 paginas para acabar. 

Este livro aborda temas fortes e reais, prendendo o leitor durante todo o desenrolar. Possui uma fluidez na leitura, é muito bem desenvolvido e denso. É impossível ler sem sentir como se estivesse em uma montanha-russa de emoções.

5 Comentários:

  1. Eu nunca tinha ouvido falar desse livro ou da autora, mas depois de ler a sua resenha fiquei com muita vontade de lê-lo. Parece ser o tipo de história que te prende ao livro da primeira até a última página.

    Bjs,
    Samira
    http://spoiledonbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Eu não costumo ler este tipo de trabalho literário, mas este parece que flui bem rapidinho né? rs

    ResponderExcluir
  3. Eu adoro seu blog
    http://falaseriooo-o.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. estou ajudando os meus amigos do blog pega ai! enviando esse link que ensina como trazer mais visitas para seu site ou blog

    sem compromisso vale apena.

    http://hotmart.net.br/show.html?a=J2485466l

    ResponderExcluir

 
Layout feito por Adália Sá | Não retire os créditos